Consultas não médicas

O Ambulatório Médico de Especialidades de Mogi das Cruzes está em funcionamento desde março de 2012; e contempla diversas especialidades médicas e também conta com equipe assistencial nas áreas de: Enfermagem, Fisioterapia e Fonoaudiologia.

Enfermagem

A enfermagem pode ser definida como a ciência cuja essência estabelece com a arte do cuidar, o cuidar de forma holística, conhecendo o ser humano e suas necessidades, seja individualmente, na família ou em comunidade.

Com o objetivo de atuar junto às atividades assistenciais que visam a prevenção, controle e recuperação da saúde do paciente no âmbito ambulatorial, permitindo ao mesmo a acessibilidade aos serviços oferecidos com resolubilidade na condução e implementação de tratamentos, consultas especializadas e exames diagnósticos.

Objetivos específicos da Enfermagem do AME Mogi das Cruzes.

• Garantir uma assistência sistematizada, humanizada, livre de eventos evitáveis;

• Proporcionar acolhimento, esclarecimento e orientações, aos pacientes e familiares, inseridos nas linhas de cuidados assistenciais, por meio do “CASE MANAGER” (papel exercido pelo enfermeiro).

• Desenvolver treinamento contínuo junto à Educação Continuada, qualificando nossos profissionais;

• Desenvolver protocolos e diretrizes para execução dos processos implantados e atingir a satisfação do usuário.

Fisioterapia

A fisioterapia pode ser definida como uma ciência aplicada à prevenção e tratamento da saúde por meio de recursos físicos e o movimento sobre o organismo humano.

Ela estuda, diagnostica, previne e trata os distúrbios, entre outros, cinético-funcionais decorrentes de alterações de órgãos e sistemas humanos. O fisioterapeuta é capacitado a avaliar, reavaliar, prescrever (tratamento fisioterapêutico), dar diagnóstico cinético-funcional, prognóstico, intervenção e alta fisioterapêutica.

Atualmente, há uma preocupação da fisioterapia em melhorar as condições de saúde da população, visto que, nesses casos, torna-se fundamental que se promova a melhora na qualidade de vida.

Objetivos específicos da Fisioterapia do AME Mogi das Cruzes

Em respeito ao princípio de se promover o bem estar para os usuários do Sistema Único de Saúde, esses são atendidos no ambulatório de fisioterapia nas patologias de maior prevalência e gravidade, com o enfoque voltado na melhora da qualidade de vida, além de assegurar aos usuários clareza quanto à terapia proposta, garantindo um atendimento de qualidade a todos os envolvidos, pacientes, familiares e colaboradores. O ambulatório de Fisioterapia do AME Mogi das Cruzes tem como objetivo principal, atender pacientes com deficiências motoras, distúrbios do sistema músculoesquelético, síndromes dolorosas e outras disfunções que interfiram em seu dia a dia. Para tanto, o serviço contará com profissionais especializados para o atendimento de pacientes neurológicos adulto e infantil, ortopédicos, traumatológicos e cardiorrespiratórios.

Com a finalidade de organização e conhecimento das condições de saúde dos pacientes da região do Alto Tietê, torna-se importante a realização de avaliações fisioterapêuticas por um profissional capacitado, para que o paciente possa obter maiores conhecimentos e esclarecimentos sobre a patologia, orientações em relação a exercícios e adaptações domiciliares, além de orientações ao familiar. Com base nessa avaliação, os pacientes que necessitarem de atendimento fisioterapêutico serão encaminhados para tratamento ambulatorial. A esses pacientes baseados na história clínica e avaliação fisioterapêutica, serão indicados os números de sessões por semana que o paciente se submeter-se-á. Podendo ser de duas a três vezes por semana ou até atendimentos diários, quando necessário.

Fonoaudiologia

O fonoaudiólogo é o profissional que atua em pesquisa, prevenção, avaliação e terapia fonoaudiológica, na área das comunicações oral, escrita, voz e audição, bem como no aperfeiçoamento dos padrões da fala e da voz (Lei nº 6965/81, parágrafo único do artigo 1º – Código de Ética).

Objetivos específicos da Fonoterapia do AME Mogi das Cruzes

O profissional fonoaudiólogo atua com a equipe de médicos, fisioterapeutas e enfermagem e visa a padronizar as rotinas para prevenir, diagnosticar, reabilitar distúrbios da comunicação humana, como: fala, voz, linguagem, motricidade oral e audição, por meio da avaliação, orientação e tratamento dos distúrbios da comunicação humana. Atualmente, as alterações fonoaudiológicas acompanhadas pelo Ambulatório Médico de Especialidades de Mogi das Cruzes são:

•Linguagem (Atraso de Aquisição da Linguagem, Alterações de Leitura e Escrita, Alterações do Processamento Auditivo Central, Disfluência / Gagueira, Alteração na Fala e Linguagem);

• Voz (Disfonias);

• Motricidade Orofacial;

• Fala (Desvio Fonológico e Fonético);

• Disfagia.

Pautada nessa avaliação, os pacientes que necessitarem de atendimento fonoaudiológico serão encaminhados para tratamento ambulatorial. A esses pacientes, com base na história clínica e avaliação fonoaudiológica, serão indicados os números de sessões por semana a que ele deverá se submeter. Podendo ser de duas a três vezes por semana ou até atendimentos diários, quando necessário as sessões contam com orientação ao paciente e aos familiares.

A duração do tratamento é de até 10 (dez) atendimentos, de acordo com a evolução do paciente. Nos casos em que for necessária prorrogação de tratamento, o profissional poderá indicar até mais 10 (dez) atendimentos. A responsabilidade pelo comparecimento aos atendimentos agendados é do paciente, sob o risco de perder a vaga.

Audiometria Tonal Limiar

Este exame avalia de forma subjetiva os limiares auditivos, ou seja, a capacidade auditiva da pessoa. Depende da resposta e cooperação do paciente que deve informar ao examinador se está ou não ouvindo os sons apresentados. A apresentação dos sons é feita pelos fones de ouvido e vibradores sonoros. Quando detecta qualquer anormalidade auditiva, permite medir seu grau e tipo de alteração.

Audiometria Vocal

Inicialmente, são apresentadas palavras tri e polissilábicas e, posteriormente, mono e dissilábicas (se necessário) ao paciente que as deve repetir. Na audiometria vocal, são avaliadas: a discriminação auditiva, a capacidade de entender os sons apresentados, e os limiares de discriminação e inteligibilidade. Neste exame, uma pequena sonda é posicionada na entrada do conduto auditivo externo do paciente. Dois tipos de testes são realizados:

1- Timpanometria: avalia a complacência da orelha média, ou seja, a condutância sonora das estruturas das orelhas externa e média, também permite inferir sobre o funcionamento da tuba auditiva;

2- Reflexo Estapédio: avalia a integridade do arco reflexo estapediano e, por consequência, de forma indireta, as estruturas das orelhas média e interna, nervo auditivo e tronco cerebral.